Edital de apoio às escolas de samba de Manaus vai até 1º de fevereiro

As Escolas de Samba de Manaus têm até o dia 1º de fevereiro para concorrerem ao Edital de Chamamento Público nº 001/2019 que destina apoio financeiro da Prefeitura de Manaus ao Desfile das Escolas de Samba de Manaus 2019 do Grupo Especial, “A”, “B” e “C”.

O apoio financeiro está dividido em quatro categorias: Categoria 1 – Grupo Especial até R$ 99.582,00 por Escola de Samba, sendo o grupo composto por oito agremiações, totalizando até 796.656,00; Categoria 2 – Escolas de Samba do Grupo “A”: até R$ 60.856,00 por Escola de Samba, sendo o grupo composto por sete agremiações, totalizando até 425.992,00; Categoria 3 – Escolas de Samba do Grupo “B”: até R$ 38.727,00 por Escola de Samba, sendo o grupo composto por seis agremiações, totalizando até 232.362,00; Categoria 4 – Escolas de Samba do Grupo “C”: até R$ 16.597,00 por Escola de Samba, sendo o grupo composto por seis agremiações, totalizando até 99.582,00.

Os recursos a serem transferidos através da parceria a ser celebrada para o desfile oficial das Escolas de Samba de Manaus serão destinados exclusivamente para as agremiações carnavalescas que atenderem todas as exigências estabelecidas no edital.

Podem concorrer ao edital as organizações da sociedade civil (OSCs) sediadas em Manaus. As mesmas deverão apresentar suas respectivas propostas em envelope fechado e com identificação da instituição proponente e meios de contato, com a inscrição “Proposta – Edital de Chamamento Público nº 001/2019 – MANAUSCULT”, a serem entregues no Protocolo da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), localizada na avenida André Araújo, nº 2.767, até o dia 1º de fevereiro das 8h às 17h, contendo todos os documentos obrigatórios exigidos no item 4 do edital nº 001/2019.

Na terça-feira, 8/1, o diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, se reuniu com 27 representantes das escolas de samba para tirar dúvidas sobre o edital. Na ocasião, os proponentes foram informados quanto aos documentos obrigatórios que devem ser entregues, as certidões emitidas pelo Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), planos de trabalho, período de execução, entre outras exigências.

Texto: Mônica Figueiredo / Manauscult

Foto: David Batista / Manauscult

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here